Filme: Como eu era antes de você

Já contamos um pouquinho aqui nesse post do livro sobre essa história. Sim é romance, é clichê e podem preparar os lencinhos. Pra quem não assistiu, ainda está em cartaz e é uma adaptação do livro. Então leia a resenha e corre pra assistir!

303307

A protagonista Louisa (Emilia Clarke, também conhecida como Daenerys Nascida na Tormenta, A Não Queimada, Mãe dos Dragões, Quebradora de Correntes e tudo mais kkk), se vê perdida aos 26 anos quando é demitida e precisa ajudar a família. Depois de muito procurar e sem ter muitas escolhas, ela aceita uma vaga para ser cuidadora de um tetraplégico. Will (Sam Clafin), é um homem rico e bem sucedido e tinha uma vida repleta de aventuras antes de sofrer o acidente que o deixara na cadeira de rodas amargurado e depressivo.

1

Sem muitas ambições na vida e no início um pouco atrapalhada, Lou passa a ter como meta alegrar a vida monótona de Will. A mocinha não é linda de morrer (okei, é linda sim, mas no filme não destaca isso), nem é super inteligente. É uma jovem normal e comum, com um gostinho peculiar no quesito moda rsrs, mas que aos poucos consegue se envolver com Will.

ME BEFORE YOU

Além do romance o filme é clichê também por abordar a vida de um cadeirante, como já foi visto em Intocáveis e no recém premiado A teoria de tudo. Mas sutilmente mostra as dificuldades do dia a dia e principalmente a dificuldade mental e sentimental dessa situação, que é o que realmente aproxima os dois.

Os atores foram bem escolhidos e são bastante parecidos com os personagens livro. Will com seu humor sarcástico, Louisa com seu sorriso exagerado. Ambos que na medida do possível equilibram suas principais características quando necessário.

ME BEFORE YOU

Acima de tudo é uma história de crescimento e desafios. Pois Will tinha uma vida perfeita, conheceu muitos lugares, tinha tudo que alguém gostaria de ter, mas agora não conseguia mais aproveitar da melhor forma. Enquanto Lou sempre curtiu sua vida pacata sem muitas aspirações ou desejos e começa a ver um novo mundo. Os dois estilos de vida se entrelaçam para mostrar o melhor.

maxresdefault

Para finalizar, a narrativa também destaca a questão da escolha. Mesmo em tais condições, Will tem perfeita condição intelectual para tomar suas próprias decisões, mesmo que não possa colocar em ação sozinho algumas delas. E essa questão me fez refletir muito, sobre o que faria na mesma situação dele, da família, ou da própria Louisa.

ME BEFORE YOU

Não sou de me emocionar assistindo filmes, porém não contive as lágrimas. Tive que literalmente procurar um lencinho na bolsa. Fiquei perplexa com a minha própria reação, porque em certo momento eu chorava tanto que não conseguia mais ler as legendas, e mesmo assim não conseguia parar de chorar. Foi até meio ridículo pra mim na verdade.

Recomendo muito, tanto o livro quando o filme. Não é tão clichê quanto parece, não é tão meloso quanto parece. Vale muito a pena.

Bjus!

 

 

Livro: Como eu era antes de você

Esse é pra ser mais um dos tipos de romance clichê, porém por mais clichê que seja, toda narrativa tem um diferencial, e em Como eu era antes de você, é a delicadeza com que a história é contada. Por ser um pouco dramático, passa também muita reflexão e lição de vida.

O livro conta a vida de Louisa, uma jovem que acaba de perder o emprego e depois de muito procurar e não ter opção acaba aceitando ser cuidadora de um tetraplégico. A mulher de 26 anos mora com os pais, tem um namorado atleta, e não tem qualquer ambição pra sua vida. Seu patrão é Will, que depois de um acidente que mudou por completo sua vida o deixando dependente de todos, está em uma tristeza profunda e começa a mudar quando conhece Louisa.

download

O trabalho da protagonista não é um trabalho comum, nem mesmo pra ela, que no início se mostra bastante atrapalhada. Mas o livro mostra tão de perto esta realidade tão distante pra muitos que cativa e faz refletir em cada detalhe.

Depois de algum tempo Loiusa descobre que Will já tentara suicídio e tem planos de em alguns meses ir a Dognitas (uma clínica na Suíça onde é possível tirar a própria vida). Porém a garota resolve que vai convencê-lo do contrário e inicia uma missão para que ele tenha uma vida feliz.

O relacionamento de Will e seus pais também é bastante conturbado, ambos tem personalidade fechada e não demonstram suas emoções facilmente. O tema delicado, a aceitação de Will com a situação, as escolhas da vida, tudo isso é tratado de forma leve e ao mesmo tempo intensa.

ME BEFORE YOU

Trata-se de uma história de amor, de família, de amizade e acima de tudo fica o questionamento sobre nossas atitudes, nossas próprias escolhas, nossa liberdade e as razões que temos para viver. É um romance cativante e emocionante.

Para os que gostarem, a história já foi adaptada para filme e deve ser lançado em junho deste ano. Confira o trailer aqui embaixo 😀

E aí, ficaram curiosos pra saber mais?

Bjos!

 

 

Livro: Proibido

Helo!

Pra jogar mais uma polêmica na roda (já que o mundo tá virado nisso), vamos falar sobre o livro Proibido. Não, tecnicamente este é só o título dele, mas o tema é quase proibido, é um verdaderíssimo tabu. PS: Desculpem pelo post em sequência de livros rsrs.

Confesso que não tenho muito conhecimento sobre o tema, e fiquei mesmo foi curiosa (e receosa) para ler essa história. Hoje também começamos a deixar no final do post literário uma ficha com dados sobre a obra. Vem comigo!

Baixar-Livro-Proibido-Tabitha-Suzuma-em-PDF-ePub-e-Mobi

O início mostra uma família um tanto conturbada, porém se virando com os dois irmãos mais velhos tentando a cada dia organizar as coisas. Lochan e Maya são os protagonistas e o livro é dividido entre capítulos por suas perspectivas. Trata-se de um romance, com o grande porém de ser um romance entre irmãos. Sim, um incesto, entre irmãos de sangue (não meio irmãos, ou adotados, são irmãos mesmo). É um tabu extremamente delicado, intrigante e de certa forma como o próprio título sugere: Proibido. Portanto, pra quem não quer saber mais sobre, pare por aqui.

O casal adolescente tem três irmãos menores dos quais são praticamente responsáveis, pois a mãe passa os dias fora e quase sempre quando volta pra casa está bêbada; os dois são como pai e mãe das crianças, tendo que criá-las. Ambos tem personalidades muito bem detalhadas, e sim é visível o amor (não de irmãos) entre eles. Aos poucos Lochan e Maya vão se aproximando e se conhecendo literalmente.

Fiquei muito ansiosa e devorei o livro em poucos dias para saber o desfecho da história, até que ponto chegaria este romance. É cheio de reflexões pois o próprio casal pensa muito nas consequências, no que o mundo pensa, nas questões legais, enfim. Um tema muito complexo pra ser resumido aqui, mas que definitivamente gostei do livro; é uma leitura intensa e rápida. Não tenho ainda opinião formada sobre o assunto, no livro é muito real e muito amor.

Livro: Proibido

Autora: Tabitha Suzuma

Editora: Valentina

Páginas: 304

 

E aí, gostaram? Curiosos pra ler?

Bjus!

Livro: Eu Estive Aqui

 

Olá 2016, cheguei!Nada melhor que começar o ano com um livro. Aproveitei os poucos dias de descanso que tive para colocar a leitura em dia. Inclusive ganhei alguns livros no final do ano e em breve teremos mais resenhas por aqui.

A obra é mais uma da autora Gayle Formam, que já apareceu aqui no blog com os livros Se eu ficar e Para onde ela foi. Segue basicamente a característica da autora que mais se destaca, na minha opinião, que é um estilo melodramático. A história é intrigante e prende o leitor para saber o final. Confesso que o fim não é tão surpreendente, mas é bom.

Em Eu Estive Aqui, Meg é uma garota que tem tudo que uma adolescente gostaria para ser feliz, mas aparentemente sem motivo ela se suicida tomando veneno num quarto de motel, deixando sozinha sua melhor amiga Cody. 

euestive

As amigas eram inseparáveis, e Cody se sente culpada por não ter notado, ou sequer desconfiar de alguma atitude estranha que poderia indicar a situação emocional de Meg.

Em busca do motivo pelo qual a amiga estranhamente se matou, ela parte numa aventura melancólica conhecendo o dia-a-dia e as pessoas que conviviam diretamente com ela e podem ter alguma pista sobre sua morte, e acaba descobrindo uma outra Meg.

O livro detalha muito bem o sofrimento de Cody, e todos os seus problemas além da culpa pela morte da amiga. É uma heroína em busca de uma reposta que na verdade só ela não vê. Meg parece uma ótima pessoa, feliz, sorridente, descolada e popular. Mas o que a motivou? Leia e descubra 😉

Bjos!

Livro: Para onde ela foi

Olá!

Este livro é uma continuação de Se eu ficar, outra leitura que já dei dica aqui. Porém já adianto que não achei a sequência tão legal quanto. Bleh 😛

Daniel Pereira

Enquanto o primeiro conta o dilema da jovem Mia, que em coma depois de um grave acidente, tenta decidir entre vida e a morte. O segundo detalha o drama vivido por Adam, seu então namorado, músico famoso que está em um momento perturbador, tentando entender a escolha de Mia.

Levando em conta que a história é contada por Adam, cada linha tem muito da personalidade desse personagem. Ele é complexo, melodramático, e solitário por mais que tenha sempre uma multidão ao seu redor. Sem Mia o rapaz se vê sem rumo, mas esse momento é que eleva sua carreira ao ápice.

Curti mais o primeiro porque tinha mais detalhes da vida dos dois antes do acidente, e também não houve nenhum suspense ou nem uma pontinha de dúvida para o final. Não criei expectativa nenhuma com isso, desde o início o final do livro é o esperado rsrs.

E aí, tem dica de leitura pra gente?

Bjus

Filme: Um homem de sorte

Helo!

Mais um clichê pra nossa lista. Mais um baseado em um livro de Nicholas Sparks. Isso quer dizer, mais um romance sem muitas novidades, com final previsível, mas que nos apaixonamos facilmente.

cAPALogan Thibault (Zac Efron) é um fuzileiro que em meio a guerra encontra a foto de uma garota. Disposto a encontrar o soldado que possa ter perdido a foto, ele a coloca num mural, e depois de não encontrar o possível dono, ele a carrega consigo. A partir daí uma série de acontecimentos faz com que ele escape da morte, e Logan toma a foto como amuleto de proteção e promete que, se sair vivo da guerra irá encontrar a moça da foto e agradecê-la.

Meses depois, ao retornar pra casa, o fuzileiro fica hospedado na casa da irmã, onde sofre constantemente com os traumas recentes da guerra, tendo alucinações, e se assuntando até mesmo com as brincadeiras dos dois sobrinhos. Logan decide então procurar a mulher da  foto, começando a pesquisar a partir da paisagem no retrato, partindo em uma busca a pé, tendo como acompanhante seu cão fiel um pastor alemão chamado Zeus.

The_Lucky_One_movie_zac_efron

Logan encontra Beth Clayton (Taylor Schilling), uma mulher divorciada, que tem junto com a avó Nana (Blythe Danner) um canil.  Com as duas vive também o pequeno Ben Clayton (Riley Thomas Stewart), filho de Beth com o ex-marido e policial Keith Clayton (Jay Ferguson).

Por engano, o fuzileiro começa a trabalhar no canil sem contar o real motivo de sua chegada, causando também um grande conflito com o Keith. O ex-marido arrogante tenta impor sua autoridade policial inclusive como pai e ex-marido tentando afastar Logan da vida de Beth.

2

Confesso que não li o romance, mas me apaixonei pelo filme tão rápido que assisti duas vezes seguidas. Não tem nada de especial, mas tem tudo que faz uma mulher se render a um romance clichê.

Não botava muita fé nesse Zac Efron, pra mim ele só existia no High School Musical. Mas gente, ele cresceu viu, e bastante,vale a pena conferir kkk 😀 Sempre achei ele muito duro e robótico nos filmes, mas nesse parece que esse jeito encaixou bem no papel, porque Logan é um fuzileiro muito centrado, sério e não sai da pose nunca.

1

Isso também faz dele um personagem muito misterioso e consequentemente sexy. Depois de engrenado o romance com Beth, as cenas são muito fofas, e principalmente lindas. A fotografia em torno dos beijos e amassos é ótima.

O ex-marido é aquele tipo pé no saco que toda mulher quer mandar pra China. Por ter um filho com Beth, acha que tem total direto de interferir na sua vida quando e como quiser, chegando a ameaçá-la. E a vovó, melhor impossível, quer o bem da neta a qualquer custo, e mexe seus pauzinhos discretamente para que isso aconteça sem magoá-la.

É muuuuuito Nicholas Sparks, por isso também é muuuuito previsível, mas não deixa de ser lindo. O jeito quieto e solitário de Logan conquista não só Beth e o menino Ben, mas todas as meninas que assistem rsrsrs. 

E aí, já assistiram? Tem alguma indicação pra gente?

Bjinhos

 

 

 

 

 

Livro: Pássaros Feridos

Ola pessoinhas!

Um romance pra hoje (pra variar né?!) hehe

livro-digital-ebook-passaros-feridos-840001-MLB20254925989_032015-F

O livro é escrito por Colleen McCullough e traz a história da família Clearys, composta pelo pai Paddy, esposa Fiona, seis filhos e uma menininha chamada Meggie.

Após muito batalhar pelo pão de cada dia, Paddy recebe uma carta de sua irmã Mary Carson, que se encontra mal de saúde e chama a família de Paddy para ir morar na sua fazenda para tocar os negócios e sua herança.

Não se simpatizem com Mary não. Ela só o traz para a fazenda por que não tem mais para quem dar todo o seu dinheiro. Sempre mesquinha, não criou muitos afetos por onde passa e com certeza, quem ler esse livro também não gostará muito dela hehe.

Assim que chegam a fazenda, os Clearys começam a trabalhar muito, como sempre, e a simpatizar com todos os que vivem nos arredores, principalmente o Padre da cidade, Ralph de Bricassart.

O Padre e Meggie se dão bem desde o primeiro momento, ele a vê como uma pobre menina que mesmo com tão pouca idade, tem que ser tão responsável quanto à mãe com a casa e os irmãos. Já ela o vê como um “Deus”, com uma admiração indescritível.

Os anos passam e o que era cuidado e carinho vira um intenso amor, um amor lindo mas impossível, que nem mesmo o tempo e todas as circunstâncias será capaz de amenizar. Queria contar mais, mas não posso hehehe

O livro conta detalhadamente a trajetória de 50 anos cada um dos integrantes principais.
A riqueza de detalhes é tão incrível, de um jeito que eu não tinha lido em livro algum, é fascinante.

A história não tinha como virar um filme, então virou uma mini-série.
Estreou em 1983 (é bem antigo mesmo), mas foi transmitida diversas vezes no SBT, a primeira em 1985 e a última em 2006. A minisérie foi vencedora de 4 Globos de Ouro e 5 prêmios no Emmy.

download

Ainda não tive o prazer de assitir, mas estou procurando algum lugar para comprar. Se alguém souber avise please 😉

Existe uma lenda acerca de um pássaro que só canta uma vez na vida, com mais suavidade que qualquer outra criatura sobre a Terra. A partir do momento em que deixa o ninho, começa a procurar um espinheiro-alvar e só descansa quando o encontra. Depois, cantando entre os galhos selvagens, empala-se no acúleo mais agudo e mais comprido. E, morrendo, sublima a própria agonia e despende um canto mais belo que o da cotovia e o do rouxinol. Um canto superlativo, cujo preço é a existência. Mas o mundo inteiro pára para ouvi-lo, e Deus sorri no céu. Pois o melhor só se adquire à custa de um grande sofrimento… Pelo menos é o que diz a lenda.”

Pássaros Feridos

 Bjos, Zanda