Livro: Como eu era antes de você

Esse é pra ser mais um dos tipos de romance clichê, porém por mais clichê que seja, toda narrativa tem um diferencial, e em Como eu era antes de você, é a delicadeza com que a história é contada. Por ser um pouco dramático, passa também muita reflexão e lição de vida.

O livro conta a vida de Louisa, uma jovem que acaba de perder o emprego e depois de muito procurar e não ter opção acaba aceitando ser cuidadora de um tetraplégico. A mulher de 26 anos mora com os pais, tem um namorado atleta, e não tem qualquer ambição pra sua vida. Seu patrão é Will, que depois de um acidente que mudou por completo sua vida o deixando dependente de todos, está em uma tristeza profunda e começa a mudar quando conhece Louisa.

download

O trabalho da protagonista não é um trabalho comum, nem mesmo pra ela, que no início se mostra bastante atrapalhada. Mas o livro mostra tão de perto esta realidade tão distante pra muitos que cativa e faz refletir em cada detalhe.

Depois de algum tempo Loiusa descobre que Will já tentara suicídio e tem planos de em alguns meses ir a Dognitas (uma clínica na Suíça onde é possível tirar a própria vida). Porém a garota resolve que vai convencê-lo do contrário e inicia uma missão para que ele tenha uma vida feliz.

O relacionamento de Will e seus pais também é bastante conturbado, ambos tem personalidade fechada e não demonstram suas emoções facilmente. O tema delicado, a aceitação de Will com a situação, as escolhas da vida, tudo isso é tratado de forma leve e ao mesmo tempo intensa.

ME BEFORE YOU

Trata-se de uma história de amor, de família, de amizade e acima de tudo fica o questionamento sobre nossas atitudes, nossas próprias escolhas, nossa liberdade e as razões que temos para viver. É um romance cativante e emocionante.

Para os que gostarem, a história já foi adaptada para filme e deve ser lançado em junho deste ano. Confira o trailer aqui embaixo 😀

E aí, ficaram curiosos pra saber mais?

Bjos!

 

 

Livro: Proibido

Helo!

Pra jogar mais uma polêmica na roda (já que o mundo tá virado nisso), vamos falar sobre o livro Proibido. Não, tecnicamente este é só o título dele, mas o tema é quase proibido, é um verdaderíssimo tabu. PS: Desculpem pelo post em sequência de livros rsrs.

Confesso que não tenho muito conhecimento sobre o tema, e fiquei mesmo foi curiosa (e receosa) para ler essa história. Hoje também começamos a deixar no final do post literário uma ficha com dados sobre a obra. Vem comigo!

Baixar-Livro-Proibido-Tabitha-Suzuma-em-PDF-ePub-e-Mobi

O início mostra uma família um tanto conturbada, porém se virando com os dois irmãos mais velhos tentando a cada dia organizar as coisas. Lochan e Maya são os protagonistas e o livro é dividido entre capítulos por suas perspectivas. Trata-se de um romance, com o grande porém de ser um romance entre irmãos. Sim, um incesto, entre irmãos de sangue (não meio irmãos, ou adotados, são irmãos mesmo). É um tabu extremamente delicado, intrigante e de certa forma como o próprio título sugere: Proibido. Portanto, pra quem não quer saber mais sobre, pare por aqui.

O casal adolescente tem três irmãos menores dos quais são praticamente responsáveis, pois a mãe passa os dias fora e quase sempre quando volta pra casa está bêbada; os dois são como pai e mãe das crianças, tendo que criá-las. Ambos tem personalidades muito bem detalhadas, e sim é visível o amor (não de irmãos) entre eles. Aos poucos Lochan e Maya vão se aproximando e se conhecendo literalmente.

Fiquei muito ansiosa e devorei o livro em poucos dias para saber o desfecho da história, até que ponto chegaria este romance. É cheio de reflexões pois o próprio casal pensa muito nas consequências, no que o mundo pensa, nas questões legais, enfim. Um tema muito complexo pra ser resumido aqui, mas que definitivamente gostei do livro; é uma leitura intensa e rápida. Não tenho ainda opinião formada sobre o assunto, no livro é muito real e muito amor.

Livro: Proibido

Autora: Tabitha Suzuma

Editora: Valentina

Páginas: 304

 

E aí, gostaram? Curiosos pra ler?

Bjus!

Livro: Eu Estive Aqui

 

Olá 2016, cheguei!Nada melhor que começar o ano com um livro. Aproveitei os poucos dias de descanso que tive para colocar a leitura em dia. Inclusive ganhei alguns livros no final do ano e em breve teremos mais resenhas por aqui.

A obra é mais uma da autora Gayle Formam, que já apareceu aqui no blog com os livros Se eu ficar e Para onde ela foi. Segue basicamente a característica da autora que mais se destaca, na minha opinião, que é um estilo melodramático. A história é intrigante e prende o leitor para saber o final. Confesso que o fim não é tão surpreendente, mas é bom.

Em Eu Estive Aqui, Meg é uma garota que tem tudo que uma adolescente gostaria para ser feliz, mas aparentemente sem motivo ela se suicida tomando veneno num quarto de motel, deixando sozinha sua melhor amiga Cody. 

euestive

As amigas eram inseparáveis, e Cody se sente culpada por não ter notado, ou sequer desconfiar de alguma atitude estranha que poderia indicar a situação emocional de Meg.

Em busca do motivo pelo qual a amiga estranhamente se matou, ela parte numa aventura melancólica conhecendo o dia-a-dia e as pessoas que conviviam diretamente com ela e podem ter alguma pista sobre sua morte, e acaba descobrindo uma outra Meg.

O livro detalha muito bem o sofrimento de Cody, e todos os seus problemas além da culpa pela morte da amiga. É uma heroína em busca de uma reposta que na verdade só ela não vê. Meg parece uma ótima pessoa, feliz, sorridente, descolada e popular. Mas o que a motivou? Leia e descubra 😉

Bjos!

Livro: Para onde ela foi

Olá!

Este livro é uma continuação de Se eu ficar, outra leitura que já dei dica aqui. Porém já adianto que não achei a sequência tão legal quanto. Bleh 😛

Daniel Pereira

Enquanto o primeiro conta o dilema da jovem Mia, que em coma depois de um grave acidente, tenta decidir entre vida e a morte. O segundo detalha o drama vivido por Adam, seu então namorado, músico famoso que está em um momento perturbador, tentando entender a escolha de Mia.

Levando em conta que a história é contada por Adam, cada linha tem muito da personalidade desse personagem. Ele é complexo, melodramático, e solitário por mais que tenha sempre uma multidão ao seu redor. Sem Mia o rapaz se vê sem rumo, mas esse momento é que eleva sua carreira ao ápice.

Curti mais o primeiro porque tinha mais detalhes da vida dos dois antes do acidente, e também não houve nenhum suspense ou nem uma pontinha de dúvida para o final. Não criei expectativa nenhuma com isso, desde o início o final do livro é o esperado rsrs.

E aí, tem dica de leitura pra gente?

Bjus

Livro: Simplesmente Acontece

Olá!

Da mesma autora de P.S. Eu te Amo, Cecelia Ahern, a leitura de Simplesmente Acontece foi um pouco estranha pra mim, mas ainda assim muito legal, e vou contar aqui os motivos.

Rosie e Alex vivem em Dublin e são melhores amigos desde a infância. O livro conta os encontros e desencontros de suas vidas ao longo dos anos depois que tornam-se adultos. Rosie engravida na adolescência e Alex vai estudar em Boston e além da distância os rumos opostos de seus planos acabam afastando ainda mais a dupla. Porém eles mantêm contato sempre que podem, e passam anos e anos assim, trocando suas experiências e alegrias, mas principalmente infelicidades, insatisfações por escrito.

ArquivoExibir

Há conversas engraçadas e uma certa dramatização, além de dois amigos inseparáveis e muito fofos que vemos crescer literalmente em cada página. Há sim aquele velho clichê de que se os amigos se entregarem ao amor, a amizade pode acabar e blá blá blá. Senti falta de detalhes, como a descrição das coisas, dos lugares, das pessoas. O tempo vai passando um tanto rápido e isso é notável através dos cartões de datas comemorativas e aniversários dos personagens.

A história em si é muito bacana, mas é contada de um jeito que não me agradou 100%. Toda a narrativa é desenrolada através de bilhetes, emails, sms, mensagens de celular, cartas e todos esses meios de comunicação escrita. Não há um narrador ou alguém contando a história, se é que entendem, e isso, no início fez com que achasse o livro meio chato. 

É um romance totalmente clichê, mas ao mesmo tempo muito real e me conquistou por isso. Pode acontecer com o destino de qualquer um de nós, e fica a pergunta: será que faríamos as mesmas escolhas? (Tem que ler pra entender as decisões que tomara rsrs).

Já tem adaptação pra filme, mas ainda não assisti.

E vocês tem alguma leitura pra indicar? 😉

 

Livro: Garota Exemplar

Helo!

O livro de hoje é realmente surpreendente, vocês precisam ler! Garota Exemplar, conta a história de Nick em busca da sua esposa Amy desaparecida. Porém o casamento que até então parecia perfeito, começa a desmoronar sob muitas revelações e acusações ao marido. O thriller é dividido entre a perspectiva de Nick, e um diário deixado por Amy (depois ela mesma contando no presente), que contam histórias muito opostas de sua vida a dois, onde fica muito difícil decidir em quem acreditar.

Aparentemente aconteceu um crime violento exatamente no dia do 5º aniversário de casamento do casal, e Nick está sendo o principal acusado do sumiço da esposa em meio a própria culpa, e a pressão policial, da imprensa e do público que acompanha o caso.

Ao mesmo tempo em que Nick se revela um homem irritadiço, humilhado e às vezes até nojento, por outro lado ele tem muitos motivos para ser como é. Do mesmo modo Amy, que se mostra uma esposa dedicada e legal, mas que no fundo fazia a maioria das coisas afim mesmo de somente mostrar isso.

11026617_909251089114432_421040300_n (1)

No início a história parece devagar, mas aos poucos vai ganhando um tom de suspense e a cada página uma nova descoberta faz o leitor ficar ainda mais em dúvida. Consegui odiar e amar todos os personagens ao mesmo tempo kkk. A história é um misto de mentiras, verdades, romance, vingança e drama, mostrando a que ponto uma relação pode chegar. 

O tal crime foi minuciosamente planejado e articulado e deixará você abismado quando descobrir (meus dedidinhos coçando pra escrever um spoiler kkk). A autora Gillian Flynn merece ser parabenizada por tanta criatividade, tantos detalhes costurados de forma que não há como desfazer. Os personagens foram muito bem trabalhados, são misteriosos e inteligentes, levando a mente do leitor a pontos obscuros da história, mostrando que realmente há um assassinato e um culpado.

De certa forma o livro traz a verdadeira mente humana, o que podemos pensar em determinadas situações, o quanto toda a família e a criação altera nossos sentimentos e personalidades, e em como uma relação baseada em mentiras pode resultar. Me fez refletir sobre o quanto as pessoas se importam com a aparência ou com as pessoas ao seu redor, no que as pessoas querem parecer e não mostrar o que realmente são. Fica a dúvida: Será que realmente conhecemos quem temos ao nosso lado?

O livro já foi adaptado pra filme com Ben Afleck interpretando Nick e Rosamund Pike interpretando Amy (que inclusive concorreu ao Oscar de melhor atriz pelo filme).

E aí gostaram? Tem dica de leitura pra gente? 

Bjus 😀

Livro em dose dupla: Insurgente e Convergente

Olá!

O post literário dessa vez é em dose dupla, sobre a continuação da trilogia Divergente (primeiro livro, resenha aqui). Serão divididos em duas partes conforme os livros, pra não ficar tão cafuso. Mas já adianto que sou suspeita a falar, porque gostei muito do primeiro livro e da adaptação do mesmo pra filme. Se querem saber mais detalhes, então vem comigo 😀

IMG_20150213_150742858

Insurgente

Acredito que mesmo sem querer, darei alguns SPOILERS aqui, porque é uma continuação, então, se não quer saber, pare por aqui mesmo kkk

Depois de passar pela escolha da facção, a iniciação na Audácia e uma turbulenta revolução motivada pelo poder entre as facções, Tris e Quatro (ou Tobias), seguem para a sede da Amizade, onde devem recomeçar suas vidas do zero.

InsurgenteNesta nova aventura, a protagonista vive uma guerra dentro si, sem saber em quem confiar ou em que história acreditar. Tris ainda precisa conviver com as dúvidas no seu relacionamento, as desconfianças com seu irmão e as escolhas para o futuro.

O livro também tem muita ação, até um pouco mais do que no anterior, mas não vou contar os motivos pra não estragar as surpresas rsrs.

A autora não tem pena mesmo. Muitos personagens morrem ao longo do livro, assim como muitos são traidores e tornam-se vilões, dando ainda mais gás a história. Acho que esse foi um dos motivos pelos quais curti tanto a leitura dessa trilogia, a cada momento uma novidade, você não sabe aonde vai chegar.

Neste livro, também há mais detalhes explicativos sobre o mundo criado por Veronica Roth deixando a leitura ainda mais envolvente para conhecer esse mundo distópico.

Se quiserem saber mais, já contei sobre o filme Divergente aqui. A adaptação de Insurgente será lançada no Brasil dia 19 de março, estou ansiosa para vê-lo. Para os curiosos, o trailer.

Convergente

Em Convergente, ou Allegiant (nome original), há um diferencial na narrativa. Os capítulos são divididos e contados através das perspectivas de Tris e de Tobias, dando assim dois olhares diferentes. Além de mostrar seus pensamentos, que nem sempre batem.

Se pretendem ler o livro, não procurem na internet nada mais sobre esse último em especial, pois o final já foi contado por alguns dedo duros por aí rsrsr.

convergente

Neste livro, há grandes revelações a respeito do mundo em que (acham) que vivem, e com isso muitas reviravoltas. Assim como nos outros dois livros, a autora não poupa sua criatividade e mais alguns personagens que já cativavam o leitos morrem.

Muita ação envolve o casal principal para chegarem a sua verdadeira origem. E  Veronica consegue introduzir o leitor para a confusão criada na cabeça dos personagens depois de tantas mudanças.

Sobre o final, acho que não poderia ser melhor. Por tudo que a autora fez durante toda a trilogia, mesmo sendo ruim, foi bom, deu pra sacar? kkk A autora escreveu sem medo, foi muito sincero e achei que não ficou clichê. Fiquei com gostinho de quero mais. 

Por gostar tanto da trilogia, cheguei a chorar lendo as últimas páginas (quem me conhece sabe que dificilmente choro em filmes, em livro mais difícil ainda). Foi realmente magnifico. Muito bem escrito, intenso e puro. É só o que posso dizer, sem contá-lo 😀

O último livro da trilogia, será dividido em duas partes para as telonas, e deve ser lançado respectivamente em março de 2016 e em março de 2017.

OBS: Há um quarto livro, chamado Quatro, mas que não é bem uma continuação da história. Trata-se de alguns contos da trilogia ligados ao personagem Quatro e contados pela perspectiva dele. Ainda não li esse.

E aí gostaram? Tem mais dicas de leitura? Compartilhe conosco!